Núcleo Acadêmico Simers

Área do sócio

Núcleo Acadêmico Simers

 

Simers mantém atuação contundente em relação à flexibilização do Revalida Voltar

19 16:54:00/08/2021

Imagem Capa Post Núcleo Acadêmico Simers

O vice-presidente do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), Marcos Rovinski, e a presidente do Núcleo Acadêmico (NAS), Scarlet Orihuela, estiveram reunidos com o deputado federal Dr. Luiz Ovando, vice-lider do PSL e membro da Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF).

O encontro virtual ocorreu na manhã desta quarta-feira, 18, e teve como objetivo discutir o PL 3252/20, que trata sobre a revalidação temporária e emergencial de diplomas médicos obtidos no exterior. A proposta já foi aprovada pela Comissão de Educação da Câmara dos Deputados e, atualmente, está na CSSF.

Ao manifestar a contrariedade do Simers à matéria, Scarlet salientou que a própria Organização Mundial Da Saúde (OMS) considera que o Brasil tem número suficiente de médicos. Rovinski complementou afirmando que o País tem mais cursos de medicina do que a Rússia e Estados Unidos, por exemplo.  “Nos últimos seis anos foram abertos mais de 150 cursos de medicina no Brasil. Nós precisamos convencer as autoridades de que, além de um ensino de muita qualidade, é necessário oferecer condições adequadas de trabalho a esses novos profissionais”, reforçou.

Com mais de 40 anos de formação em medicina, o deputado afirmou ser um grande defensor da saúde e da qualidade de ensino nos cursos de formação de médicos.  “Ao longo da minha trajetória como parlamentar, fui procurado diversas vezes por estudantes do município paraguaio de Pedro Juan Caballero, que faz divisa com o Mato Grosso do Sul, Estado que eu represento. Não sou contra o Revalida, mas sim às manobras que tentam flexibilizar o processo a todo custo. As oportunidades fazem parte da estratégia de uma nação, mas precisam ser oferecidas com muita responsabilidade e prezando pela qualidade”, destacou.

Ao final do encontro, Dr. Luiz Ovando se colocou a disposição do Simers e confirmou que votará contra o projeto. Segundo o parlamentar, ainda que seja uma discussão difícil na Câmara, alguns deputados já tem se posicionado de forma contrária.

O Simers tem uma posição estritamente contrária à flexibilização de revalidação de diplomas médicos e seguirá vigilante e atuante sobre o tema.

Loader

Fechar